Acidente

Assistente garantiu a Baldwin que a arma era segura

Assistente garantiu a Baldwin que a arma era segura

O assistente de realização assegurou a todos que a arma estava descarregada, mas afinal, a pistola disparada por Alec Baldwin e que acabou por matar Halyna Hutchins durante a rodagem do filme "Rust", tinha munições reais.

É prática comum, durante a produção de um filme, que no estúdio se anuncie em voz alta que uma arma prestes a ser usada pelos autores está descarregada (em inglês, "cold gun", ou "arma fria"). Foi o que fez o assistente de realização, antes de entregar uma pistola a Alec Baldwin que, em vez de disparar pólvora seca, desferiu um tiro fatal sobre a diretora de fotografia, atingindo-a no peito. A mesma munição feriu no ombro o realizador Joel Souza, que está livre de perigo.

Segundo os autos judiciais (incluindo um mandado de busca) sobre o incidente, registado pela polícia de Santa Fe no tribunal local, o assistente garantiu que não sabia que a arma tinha munições reais, quando a entregou ao ator para a testar durante um ensaio.

A imprensa norte-americana adianta também que o auto descreve que o adereço era "um de três guardados num carrinho de adereços fora de um dos edifícios" usados pela produção. O assistente de realização pegou numa das armas, entrou no edifício e entregou-a a Baldwin. Nesse momento, diz o auto, "gritou 'arma fria', indicando assim que a arma não tinha munições reais".

Depois da tragédia, a produção parou imediatamente e a polícia, mediante mandado judicial, recolheu para investigação a roupa usada por Alec Baldwin, que teria vestígios de sangue, assim como armas, documentação, munições e câmaras de filmar. A intenção é perceber porque razão a arma usada pelo ator estava carregada e se o incidente terá sido gravado.

Não há ainda certezas sobre quantos cartuchos foram disparados, tendo um invólucro sido retirado da arma depois do acidente pela responsável pelo armeiro no local de rodagem, Hannah Gutierrez. A arma foi depois entregue à polícia quando chegou ao local.

Alec Baldwin, de 63 anos, declarou-se na sexta-feira devastado depois de na véspera ter acidentalmente matado a tiro, com uma arma que deveria ser um adereço, a diretora de fotografia do 'western' que rodava no Estado do Novo México.

PUB

Halyna Hutchins, de 42 anos, foi transportada de helicóptero para um hospital próximo do local das filmagens, onde foi declarado o óbito pelos médicos.

Segundo a revista de entretenimento norte-americana Hollywood Reporter, que cita um porta-voz da produção do filme, tratou-se de "um acidente" envolvendo um adereço que deveria ter balas de pólvora seca, uma informação também confirmada pelos serviços do xerife do condado de Santa Fé.

Alec Baldwin, protagonista e coprodutor do filme, "Rust", apresentou-se voluntariamente à polícia e prestou declarações. Não foi feita qualquer acusação ou detenção, de acordo com o xerife.

A rodagem do filme foi suspensa por tempo indeterminado.

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG