BD

"Balada para Sophie" distinguido no Amadora BD

"Balada para Sophie" distinguido no Amadora BD

Romance gráfico de Filipe Melo e Juan Cavia foi anunciado como a Melhor Obra de Banda Desenhada de Autor Português na cerimónia dos prémios de BD da Amadora, que decorreu hoje nos Recreios da Amadora.

Com argumento de Filipe Melo e desenho de Juan Cavia, "Balada para Sophie" narra a história de um pianista que vive obcecado por uma rivalidade doentia nascida na infância e cultivada só por si. Pianista que vamos acompanhar ao longo de meio século, da II Guerra Mundial à explosão da pop, numa vida repleta de sucessos mas também de frustrações.

Pela primeira vez este ano, além do troféu alusivo, este prémio tem associado um valor pecuniário de 5 mil euros.

Na categoria para Melhor Obra Estrangeira de BD Editada em Portugal, o júri entendeu distinguir "O burlão nas Índias" de Alain Ayroles e Juanjo Guarnido (edição da Ala dos Livros), uma possível sequela de um romance picaresco espanhol do século XVII centrado em Pablo, o tal burlão obrigado a fazer pela vida desde cedo, vivendo de expedientes, pequenos roubos, enganos e trapaças que o acabarão por levar até às Américas, onde a sua falta de honestidade atingirá um outro patamar. A narrativa é feita a dois tempos, sob pontos de vista diferentes, o que lhe dá um sabor especial e leva o leitor de certa forma a sentir-se mais uma vítima da grande burla narrada.

O Prémio Revelação, para o primeiro livro de um autor português, foi entregue a Ricardo Santo, por "Planeta psicose" (Escorpião Azul), uma abordagem às teorias da conspiração e à recusa de temáticas como as alterações climáticas, a extinção das espécies, a pandemia ou o colapso financeiro.

PUB

Ainda em português, "O bestiário de Isa", de Joana Afonso, com edição da autora, foi escolhido como Melhor Fanzine/Publicação Independente. Introdução a um livro que deverá ver a luz do dia em 2022, narra a relação de Isa com o sobrinho e o seu sonho de deixar a empresa de controle de pragas em que trabalha para se dedicar à investigação das criaturas mais bizarras que existem.

O palmarés dos Prémios de BD da Amadora fica completo com "Procura-se Lucky Luke" de Matieu Bonhomme, da editora A Seita, escolhido como Melhor Edição Portuguesa de BD, uma categoria premiada pela primeira vez este ano, que pretende distinguir uma edição pela qualidade gráfica do objeto livro, pelo seu conteúdo redacional e pelos extras que possa conter.

Juanjo Guarnido e Alain Ayroles estiveram presentes no Amadora BD 2021 este fim de semana, estando prevista a presença de todos os autores portugueses hoje distinguidos nos dias 30 e 31 de outubro. O festival, que está a decorrer no Ski Skate Amadora Park, termina dia 1 de novembro.

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG