Exclusivo

Os livros que não queremos perder em 2022

Os livros que não queremos perder em 2022

Apostas editoriais para o primeiro semestre marcadas pela perspetiva de retoma plena após quebras recentes.

Seriam necessárias várias vidas e fundos quase ilimitados para conseguirmos ler tudo o que de interessante vai ser publicado em 2022, mas, ainda assim, abraçamos o novo ano com a ilusão de que será possível fazê-lo.

Depois de dois anos fortemente marcados pelos efeitos da pandemia, a perspetiva da retoma é evidente nos planos das editoras portuguesas para 2022, mesmo que a incerteza não tenha desaparecido por inteiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG