Jogos Olímpicos de Inverno

ONU aprova por unanimidade Trégua Olímpica para Pequim2022

ONU aprova por unanimidade Trégua Olímpica para Pequim2022

A Assembleia-Geral da ONU aprovou esta quinta-feira, por unanimidade, a Trégua Olímpica para Pequim2022, que vai vigorar desde uma semana antes até uma depois dos Jogos de Inverno que decorrem de 4 a 20 de fevereiro na capital chinesa.

"Construir um mundo melhor e mais pacífico através do desporto e do ideal olímpico" é o nome da resolução votada pelos 173 estados membro presentes na sessão que decorreu na sede do organismo, em Nova Iorque.

A resolução "destaca a importância da cooperação entre os estados membro para aplicar coletivamente os valores da Trégua Olímpica em todo o mundo", valorizando, nessa missão, os papéis dos Comités Olímpico e Paralímpico Internacional, bem como das Nações Unidas (ONU).

Da mesma forma, a medida encerra a "expectativa" de que estes Jogos Olímpicos de Inverno constituam uma "oportunidade significativa" para aproveitar o poder do desporto para "fazer avançar o mundo, ao fomentar uma atmosfera de paz, desenvolvimento, resiliência, tolerância e compreensão".

A este propósito, as nações entendem que a Trégua Olímpica deve constituir uma ferramenta "para promover a paz, o diálogo e a reconciliação em zonas de conflito durante e depois do período dos Jogos Olímpicos e Jogos Paralímpicos".

"A Trégua Olímpica é um grande reconhecimento da nossa capacidade para unir os melhores atletas do mundo numa competição pacífica e que está acima de qualquer disputa política", sublinhou o presidente do Comité Olímpico Internacional, Thomas Bach, em discurso lido pelo seu representante na ONU.

O dirigente destacou o facto de estes grandes eventos desportivos serem um instrumento para "combater a discriminação", numa competição "pacífica e respeitadora", que se traduz num "vínculo de humanidade" cada vez mais importante num "mundo polarizado como o de hoje".

PUB

"Só poderemos cumprir essa missão se os Jogos Olímpicos decorrerem sem diferenças políticas, culturais e outras. Isso só é possível se os Jogos Olímpicos forem politicamente neutros e não se tornarem uma ferramenta para atingir os objetivos políticos", complementou.

Com uma história de 3000 anos, a Trégua Olímpica foi estabelecida num período em que as guerras eram temporariamente suspensas para que os atletas pudessem viajar a Olímpia para participar dos Jogos Olímpicos Antigos e depois voltar em paz para as respetivas cidades.

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG