Taça de Portugal

Pepe e a longevidade: "Sinto-me um privilegiado"

Pepe e a longevidade: "Sinto-me um privilegiado"

Central dos dragões afasta final da carreira e deixa elogios ao Tondela.

A final da Taça de Portugal entre F. C. Porto e Tondela, no domingo, é para Pepe apenas mais um título, sem pensar se será o último da carreira, aos 39 anos. "Não penso nisso [chegar ao fim da carreira], até porque se olharem para o ano passado, fiz muitos jogos. Esse ano já levo 32 ou 33, agradeço ao meu treinador porque ele exige muito de nós. Sinto-me muito privilegiado por competir por títulos aos 39 anos", disse, evitando comentar a possível saída do parceiro da defesa Mbemba, acrescentando ainda que não sabe se será titular.

"Nem sei se vou jogar, estou aqui ao lado do míster. Só amanhã é que sabemos antes de sairmos para o estádio. O forte deste grupo é isso, o coletivo e foi isso que durante a semana a época procurámos manter", atirou o internacional português, que deixou elogios ao Tondela apesar da despromoção para a Liga 2.

"São competições diferentes, na Taça são jogos a eliminar e o Tondela provou que merece, caso contrário não estaria na final connosco. Temos de ser fiéis ao nosso percurso este ano, vamos competir com uma boa equipa, que tem o seu mérito por estar na final da Taça de Portugal", atirou, evitando escolher esta temporada como a melhor da carreira.

"É difícil dizer qual é a melhor, mas sinto-me muito feliz de com esta idade ter essa capacidade, de ajudar o clube e os companheiros, de estar num clube que proporciona momentos inesquecíveis, como o titulo nacional, estar na final da Taça... Já estive em três finais, ganhei duas e perdi uma, mas é sempre especial. A minha felicidade é acordar, ir treinar ao Olival e fazer o que mais amo", concluiu.

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG