Exclusivo

Sexagenária presa por chefiar família de traficantes

Sexagenária presa por chefiar família de traficantes

A líder de um clã criminoso que traficava drogas foi condenada a 15 anos e meio de prisão pelo Tribunal de Coimbra. A mulher, de 61 anos, contava com a ajuda de dois filhos, uma filha, duas noras e um genro. Ao todo, 20 arguidos foram condenados a prisão efetiva, oito deles com mais de dez anos de prisão. Vários recorreram, mas o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) manteve as penas.

O grupo funcionava como uma autêntica empresa familiar, hierarquizada e bem estruturada, que mensalmente lucrava milhares de euros. O clã contratava "correios de droga" que iam buscar heroína e cocaína a Lisboa e ao Porto. Depois, dividiam-na entre os descendentes e vendiam-na a consumidores. Alguns faziam-no a partir das próprias casas, mas também tinham "ajudantes" que iam vender na baixa de Coimbra.

Segundo o acórdão, a líder do clã, hoje com 61 anos, controlava as atividades de todos os elementos e intervinha em todas as fases do negócio: a angariação dos correios de droga, a marcação dos encontros, o pagamento a fornecedores, a receção das "encomendas" e até vendia diretamente aos consumidores a partir da sua própria casa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG