Açores

Registado "ligeiro incremento" no número de sismos em São Jorge

Registado "ligeiro incremento" no número de sismos em São Jorge

A especialista do Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) Fátima Viveiros disse, esta terça-feira, que se registou um "ligeiro incremento" de eventos sísmicos, mas com "tendência de decrescer" em relação ao início da crise em São Jorge.

No habitual "briefing" diário nas Velas, na ilha de São Jorge, Fátima Viveiros declarou que, desde o início da crise, registaram-se 28.251 sismos, dos quais 240 foram sentidos.

Na segunda-feira registaram-se 48 eventos, "nenhum deles sentido", acrescentou.

Já hoje, desde as 00.00 horas e até às 10 horas, "registaram-se 42 eventos e nenhum deles sentido", o que, de acordo com Fátima Viveiros, aponta para um "ligeiro incremento do número de eventos sísmicos".

"Este facto vem comprovar o que dizíamos, que o vento [sentido nos últimos dias na ilha] poderia estar aqui a esconder alguns eventos sísmicos de muita baixa magnitude. Agora que temos as condições meteorológicas mais favoráveis conseguimos ter a presença de todos os eventos. Há um ligeiro incremento, mas sempre com a tendência de decrescer em relação ao início da crise, claramente", frisou.

Apesar de não haver "radiações significativas", todas as redes que estão instaladas e "todo o trabalho de monitorização que é feito de forma regular vai-se manter nos próximos dias", segundo a especialista do CIVISA.

A responsável referiu que também irão manter-se "todas as técnicas, desde a parte da sismologia, de deformação crostal e da geoquímica de gases e águas, apesar do decréscimo no número de sismos".

PUB

A ilha mantém o nível de alerta V4 (ameaça de erupção) de um total de sete, em que V0 significa "estado de repouso" e V6 "erupção em curso".

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG