Condenação

Seis anos de prisão para cabecilha de rede de droga na Feira

Seis anos de prisão para cabecilha de rede de droga na Feira

O Tribunal de Espinho condenou, na manhã desta quinta-feira, o principal arguido de uma rede de tráfico de droga a uma pena de prisão de seis anos e seis meses. O tráfico decorria maioritariamente na Feira e as redes sociais eram usadas para combinar as vendas de droga.

O elemento apontado como o principal responsável pela rede de tráfico, tem 27 anos, e teve a pena mais pesada com uma condenação de seis anos e seis meses de prisão. O homem é natural de França e residente emArgoncilhe, na Feira.

Um outro arguido deste processo foi também condenado a uma pena de prisão efetiva de um ano e seis meses, enquanto os restantes sete elementos, incluindo uma mulher, foram condenados a penas suspensas dos nove meses aos cinco anos.

De acordo com a acusação o principal arguido dedicava-se à venda de droga desde 2017. O tráfico e venda, principalmente de cocaína, era efetuado em vários locais do concelho de Santa Maria da Feira, nomeadamente em Vila Maior, Mozelos, em jardins e parques e bares.

Os consumidores contactavam o homem por telemóvel ou usando as redes sociais.

Aquando da operação da PSP, foram apreendidas mais de 700 doses de cocaína e canábis, quatro viaturas e 20 mil euros em dinheiro.

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG