Exclusivo

Restaurantes, hotéis e shoppings são os novos locais para trabalhar

Restaurantes, hotéis e shoppings são os novos locais para trabalhar

Há uma revolução no mercado laboral que está a levar à criação de espaços de coworking em sítios inusitados, para acolher nómadas digitais e os que descobriram esta realidade com a pandemia.

Quando, em 2010, Fernando Mendes, fundador do Coworklisboa e NOW Beato e docente em Design no IADE - Universidade Europeia, abriu o primeiro espaço de coworking -espaços profissionais partilhados-, já defendia que "o fenómeno estaria para ficar" pois a "força de trabalho flexível e independente estava em crescimento exponencial".

E nem a covid-19, que afastou muitos, a parece travar. "A pandemia interrompeu o crescimento, mas a expectativa é que regresse", diz Beatriz Silva, da Typographia, um cowork que abriu portas há seis anos no centro do Porto e que antes estava em franco crescimento, recebendo "residentes na cidade e estrangeiros de passagem".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG