Parlamento

Polémica em Setúbal

Ministra critica caso "inaceitável" e "isolado que deve ser investigado"

Ana Catarina Mendes, ministra-adjunta e dos Assuntos Parlamentares, considerou, numa audição parlamentar sobre Setúbal, tratar-se de um caso "inaceitável" e "isolado que deve ser investigado". E contou que, após uma conversa entre a embaixadora da Ucrânia e o Governo, foram retiradas listas de associações da página de apoio àquele país. Antes, a alta comissária para as Migrações, garantiu que só soube do caso pela imprensa e confirmou as queixas desde 2011 relatadas pela Associação dos Ucranianos em Portugal, que contou ter recorrido às secretas. Sónia Pereira disse ainda não ter mandato para verificar ligações pró-Putin.

Nacional

Subir salários seria política "ilusória" devido à inflação

O ministro das Finanças defendeu, no Parlamento, que o país deve responder com "equilíbrio" e "contas certas" aos "tempos de exigência" que atravessa, marcados pelas consequências da pandemia e da guerra da Ucrânia. Fernando Medina afirmou que a inflação tornaria "ilusório" aumentar os rendimentos portugueses e comprometeu-se a retirar Portugal da lista de países mais endividados da Europa.

Imagens

Últimas