EUA

Ator da série Empire pagou para simular ataque homofóbico? Polícia diz que sim

Ator da série Empire pagou para simular ataque homofóbico? Polícia diz que sim

A polícia de Chicago, nos EUA, acredita que o ator Jussie Smollet pagou a dois homens para o atacarem. O ator tinha-se queixado de ter sido vítima de uma agressão racista e homofóbica.

Dois irmãos nigerianos, que integraram a equipa da série "Empire", em que Jussie participa, disseram à polícia que foram pagos para atacarem o ator, no passado dia 29 de janeiro.

Jussie Smollett foi hospitalizado depois de ter alegadamente sofrido um ataque homofóbico e racista, na East Lower Water Street, em Chicago. Na série "Empire", o ator interpreta a personagem homossexual Jamal Lyon.

De acordofotógrafas com a BBC, que cita fontes policiais, um dos irmãos foi personal trainer do ator. Os dois irmãos, Ola Osundairo e Lee Daniels, foram fotografados ao lado de Lee Daniels, realizador da série "Empire".

Os dois homens, com 25 e 27 anos, saíram dos EUA depois do alegado ataque e foram detidos, na última quarta-feira, quando regressaram ao país. Na sexta-feira foram libertados e estarão agora a cooperar com as autoridades.

PUB

No sábado, a polícia de Chicago disse que a investigação ao alegado ataque tinha mudado. Os dois nigerianos disseram à polícia que compraram a corda usada no ataque numa loja de ferragens próxima. As autoridades encontraram o material na casa dos dois homens.

À CNN, os advogados do ator disseram que ele estava "devastado" com os últimos desenvolvimentos. "Como vítima de um ataque de ódio, que cooperou com a investigação policial, Jussie Smollet está furioso e arrasado com os relatos recentes", explica a estação norte-americana, citando comunicado dos advogados. "Ele sente-se ainda mais vitimizado pelas alegações de que dão conta que ele terá participado no seu próprio ataque".

Várias celebridades reprovaram a violenta agressão e a mostraram apoio a Jussie Smollett através de publicações nas redes sociais.

A vencedora de um Oscar, Viola Davis, partilhou uma foto de Jussie no Instagram. O mesmo fez a atriz Grace Byers. "Este ato desprezível só revela vergonhosamente como as doenças de ódio, desigualdade, racismo e discriminação continuam a percorrer as veias do nosso país", lê-se na legenda.

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG