EUA

"Ela era minha amiga". Alec Baldwin fala pela primeira vez sobre incidente em rodagem de filme

"Ela era minha amiga". Alec Baldwin fala pela primeira vez sobre incidente em rodagem de filme

O ator Alec Baldwin comentou pela primeira vez, no sábado passado, o incidente na rodagem do filme "Rust" que provocou a morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins..

Seguido por um grupo de paparazzi em Manchester, Vermont, Alec Baldwin disse que não estava autorizado a comentar diretamente a investigação. "Não posso responder a nenhuma pergunta sobre a investigação. Não posso", afirmou. "É uma investigação ativa. Uma mulher morreu. Ela era minha amiga."

"No dia em que chegamos a Santa Fé para começar a filmar, levei-a a jantar com Joel, o diretor", acrescentou o ator. "Éramos uma equipa muito, muito bem treinada a fazer um filme juntos e este evento horrível aconteceu".

Questionado sobre o seu encontro com o marido de Hutchins, Matt, e o filho, Baldwin disse que "não saberia como caracterizá-lo". "Ele está dominado pela dor. Ocorrem acidentes em cenários de filmagem de vez em quando, mas nada assim. Este é um episódio num bilião. Ele está em choque. Tem um filho de nove anos. Estamos em contacto constante com ele. Estamos muito preocupados com a família e filho. Estamos à espera ansiosamente que o departamento do xerife nos diga o que a investigação revelou".

Baldwin garantiu ainda que "fala com a polícia todos os dias" e que está "a cooperar com eles".

PUB

O também produtor de "Rust" expressou apoio a novas medidas de segurança com relação ao uso de armas em cenários de filmagem. "Sou totalmente a favor e cooperarei de todas as formas que puder", assegurou.

Investigação em andamento

O acidente ocorreu enquanto estavam a ser filmadas várias cenas do "western", do qual Alec Baldwin era produtor e protagonista. O ator recebeu uma arma que, ao contrário do que pensava o assistente de realização que a entregou, tinha munições reais.

Ao manusear a arma no cenário, em vez de disparar pólvora seca, Baldwin desferiu um tiro fatal sobre a diretora de fotografia, atingindo-a no peito. A mesma munição feriu no ombro o realizador Joel Souza, que está livre de perigo e já teve alta do hospital.

Baldwin, que se disse "devastado" com a tragédia, apresentou-se voluntariamente à polícia e prestou declarações. A rodagem do filme foi suspensa por tempo indeterminado.

Na semana passada, a procuradora encarregada do inquérito disse que acusações criminais contra Alec Baldwin não estão excluídas nesta fase e que "todas as opções estão em cima da mesa".

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG