Futebol

Chiellini quer despedir-se da seleção italiana em junho

Chiellini quer despedir-se da seleção italiana em junho

O defesa central Giorgio Chiellini manifestou a intenção de despedir-se da seleção italiana, no jogo com a Argentina, que opõe o campeão europeu e sul-americano, marcado para 1 de junho, em Londres.

"Se estiver em forma vou despedir-me da seleção nacional em Wembley, onde atingi o topo na 'squadra azzurra' e, talvez, em toda a minha carreira", revelou Chiellini na segunda-feira, em referência à conquista do título no Euro2020, frente à anfitriã Inglaterra, no desempate por grandes penalidades.

Chiellini, que conta 116 internacionalizações, ficou impossibilitado de disputar o Mundial2022 - no qual planeava despedir-se da seleção -, uma vez que a Itália foi eliminada nos "play-offs" de qualificação pela Macedónia do Norte, que, posteriormente, foi afastada por Portugal da fase final, no Catar.

O jogador da Juventus, de 37 anos, deixou mesmo em aberto a possibilidade de "pendurar as botas" no fim da época 2021/22, em declarações proferidas após o jogo com o Sassuolo, que a equipa de Turim venceu por 2-1, da 34.ª jornada do campeonato italiano.

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG