Inflação

Primark sobe preços pela primeira vez em "muito tempo"

Primark sobe preços pela primeira vez em "muito tempo"

A Primark vai aumentar "seletivamente os preços na cadeia de roupas de valor", devido à inflação crescente na Grã-Bretanha.

O anúncio foi feito pela Asssociated British Foods (AB Foods), proprietária da empresa irlandesa de roupa e acessórios, citada pela agência Bloomberg.

Segundo aquela agência, que cita um comunicado da AB Foods, "a Primark não pode compensar todas as pressões inflacionárias com economia de custos e terá que fazer alguns aumentos de preços em partes da sua faixa de outono e inverno".

Apesar do anúncio, o CEO da empresa, George Weston diz que "o mais importante é que continuaremos a ser o retalhista de roupas mais competitivo e com melhor preço nas ruas ou online", garantindo que na marca que dirige são "obcecados pelo preço".

O impacto vai refletir-se na coleção de outono/inverno, enquanto as coleções de primavera e verão vão manter os seus preços.

"Esta é a taxa de inflação mais alta em 30 ou 40 anos", sublinha George Weston, acrescentando que esta é a primeira vez em "muito tempo" que a Primark teve que aumentar os preços.

Apesar do aumento dos custos ter um peso considerável no desempenho da Primark, a empresa espera ter uma margem operacional de 10%. No geral, o grupo, que também está enfrentando uma inflação severa em seus negócios de alimentos, espera fazer "progresso significativo" no lucro operacional ajustado este ano, refere a Bloomberg.

PUB

A Primark foi mais prejudicada do que alguns rivais pelos bloqueios e restrições europeus em torno da pandemia de covid-19, porque a cadeia não possui um negócio online para recorrer. Embora as vendas da Primark no Reino Unido e na Irlanda sejam fortes, estão a demorar mais tempo a voltar ao normal no continente onde o sentimento do consumidor continua mais fraco. No início deste ano, a Primark anunciou a intenção de cortar 400 empregos para reduzir custos.

As ações da AB Foods caíram mais de 7% no início das negociações em Londres nesta terça-feira.

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG