Exclusivo

Jovens e trabalhadores com salário mínimo sem acesso ao crédito à habitação

Jovens e trabalhadores com salário mínimo sem acesso ao crédito à habitação

Maioria de novos empréstimos concedidos no ano passado a famílias que ganham mais de 2400 euros mensais.

Comprar casa é cada vez mais difícil para os jovens, para quem ganha menos, e praticamente impossível para quem ganha o salário mínimo. Entra esta sexta-feira em vigor mais uma atualização do Banco de Portugal (BdP) que retira cinco anos de prazo máximo à maioria dos clientes bancários que recorrem a crédito à habitação. Em 2021, segundo o BdP, só 12,5% dos clientes a que foi concedido crédito para comprar casa tinham rendimento mensal igual ou inferior a 1200 euros.

A nova recomendação macroprudencial do BdP limita o prazo máximo dos créditos à habitação a 35 anos, no caso dos clientes com idade superior a 35 anos, podendo chegar a 37 anos para clientes entre os 30 e os 34 anos, e só pode chegar a 40 anos - o máximo que vigorava até agora - para clientes com idade igual ou inferior a 30 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG