Exclusivo

Quatro países da União Europeia já cobram taxa sobre lucros adicionais

Quatro países da União Europeia já cobram taxa sobre lucros adicionais

Ministro da Economia anunciou que o governo pondera criar um imposto sobre os lucros extraordinários das empresas devido aos aumentos de preços, tal como a Comissão sugeriu.

Bulgária, Roménia, Itália e Espanha já têm em vigor taxas sobre os lucros extraordinários das empresas de energia devido ao aumento de preços no setor devido à conjuntura e à guerra na Ucrânia. Em Portugal, o Governo está a equacionar seguir o conselho da Comissão Europeia e criar também um imposto sobre os lucros extraordinários das empresas devido aos aumentos de preços. Em resposta a uma questão do Bloco de Esquerda sobre os lucros do retalho e das empresas de energia devido à conjuntura, o ministro da Economia e do Mar, António Costa e Silva, revelou a intenção de criar o novo imposto. Mas as petrolíferas e a grande distribuição asseguram que não estão a ter lucros adicionais.

"Não podemos hostilizar as empresas, o que vamos fazer é falar com elas e, provavelmente, considerar um imposto, um "windfall tax" [taxa sobre lucros que resultam de ganhos inesperados], para os lucros aleatórios e inesperados que estão a ter", disse António Costa Silva, durante o debate sobre o programa do Governo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG