Tráfico de droga

Condenados todos os arguidos do processo "Barba Ruiva"

Condenados todos os arguidos do processo "Barba Ruiva"

Os 22 arguidos do processo "Barba Ruiva", relacionado com tráfico de droga em Espinho, Vila Nova de Gaia e Santa Maria da Feira, foram condenados a penas entre os seis anos e nove meses e ainda um ano e dois meses.

Os arguidos, 18 homens e quatro mulheres, com idades entre os 19 e os 65 anos, estavam acusados de tráfico de droga e tráfico de menor gravidade.
Um deles responde ainda por um crime de detenção de arma proibida.

Na leitura do acórdão, esta quarta-feira de manhã, no Tribunal de Espinho, acabaram todos condenados, nove deles a penas efetivas de prisão de 6 anos e nove meses e um ano e seis meses. As suspensas de cinco anos a um ano e dois meses.

De acordo com a acusação do Ministério Público (MP), os arguidos dedicavam-se ao tráfico de droga, nomeadamente haxixe, cocaína e heroína, nas áreas geográficas compreendidas entre Espinho, Gaia e Feira.

É referido no documento da acusação que os arguidos colaboravam entre si, adquirindo a droga em conjunto na cidade do Porto e, quando um deles não tinha produto, encaminhava o consumidor para o outro.

A operação "Barba Ruiva" levou à detenção de 13 pessoas em julho de 2020, nos concelhos de Espinho, Ovar e Vila Nova de Gaia.

No total, foram feitos 44 mandados de busca e aprendidas mais de três mil doses de droga, várias armas, veículos e mais de 13 mil euros.

PUB

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG