Exclusivo

Prescrição livra Braga de pagar um milhão a futebolista Pedro Neto

Prescrição livra Braga de pagar um milhão a futebolista Pedro Neto

Tribunal da Relação afirma que o internacional tinha direito a prémio de transferência para a Lazio, porque o contrato de empréstimo foi fictício.

O Sporting Clube de Braga livrou-se de pagar um milhão de euros de prémio de assinatura a Pedro Neto, que atualmente alinha pelos ingleses do Wolverhampton, apenas porque o futebolista reclamou o crédito tarde de mais. Para evitar o pagamento, o clube minhoto invocava um alegado empréstimo do jovem internacional português, mas o Tribunal da Relação de Guimarães afirma que este contrato era fictício e, na realidade, o que estava em causa era uma venda.

Em setembro de 2020, Pedro Neto avançou com um processo judicial no qual reivindicava o pagamento de um milhão de euros por parte do S.C. Braga, onde jogou desde os 13 anos e com o qual firmaria um contrato em março de 2017, quando já tinha 16 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG