Exclusivo

Vigilância de "stalkers" foi das que mais subiram

Vigilância de "stalkers" foi das que mais subiram

Maior insucesso no controlo de incendiários no verão.

O número de "stalkers" com pulseira eletrónica foi um dos que, entre 30 de novembro de 2020 e de 2021, mais subiu proporcionalmente. Segundo os dados mais recentes da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP), a 30 de novembro último havia 22 arguidos por crime de perseguição vigiados à distância, mais 37,5% do que na data homóloga do ano passado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG