Roubos

Violento assaltante detido em Matosinhos após meio ano em fuga

Violento assaltante detido em Matosinhos após meio ano em fuga

"Fabinho" escapou a operação da PJ que, em junho do ano passado, deteve três comparsas que assaltavam áreas de serviço de autoestradas. Fugitivo continuou a cometer crimes muito violentos e não hesitava em disparar contra a Polícia

O último membro de um gangue que realizou, durante quase um ano, dezenas de roubos violentos a lojas das áreas de serviço de oito autoestradas foi detido na sexta-feira, após vários meses em fuga. "Fabinho", de 33 anos, foi apanhado pela Polícia Judiciária (PJ) do Porto à saída de um supermercado, em São Mamede de Infesta, e tinha no carro, além de uma pistola com a bala na câmara, cerca de 200 maços de tabaco recentemente furtados com o grupo que continuou a efetuar assaltos.

O primeiro gangue de "Fabinho" levou a cabo, segundo a PJ, "dezenas de roubos e furtos qualificados, com grande violência". Em muitos dos crimes, ocorridos entre novembro de 2020 e junho do ano passado, os ladrões destruíram montras e arrancaram grades de estabelecimentos comerciais e supermercados. Mas o principal alvo foram as áreas de serviço da A1, A3, A4, A7, A11, A25, A28 e A29, nas quais roubaram tabaco e dinheiro. Sempre que eram abordados pelas autoridades, os elementos do gangue não hesitavam "em disparar".

Uma operação da PJ no final de junho o ano passado permitiu a detenção de três homens, com idades entre os 26 e os 32 anos e residentes em Matosinhos e Vila Nova de Gaia. "Fabinho", residente em Matosinhos, também estava na lista dos indivíduos a deter, mas conseguiu escapar. E embora fosse procurado pelas autoridades, o cadastrado - já condenado a mais de dez anos de prisão por roubos e furtos - continuou a cometer crimes atrás de crimes.

Com novos comparsas, furtou várias casas no último meio ano, depois de arrombar portas e janelas. Também muitos assaltos a estabelecimentos comerciais, nos quais recorria a armas de fogo para ameaçar as vítimas.

No âmbito de uma investigação, a PJ do Porto conseguiu, na sexta-feira, localizar o carro de "Fabinho" no parque de estacionamento de um supermercado de São Mamede de Infesta e montou uma operação que permitiu detê-lo quando regressava ao automóvel. Surpreendido, "Fabinho" não resistiu e não tentou alcançar a arma que, municiada e pronta a disparar, guardava na viatura.

PUB

Levado a tribunal para primeiro interrogatório judicial, o detido foi posto em prisão preventiva.

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG