Comboio

Salvador Malheiro exige requalificação da linha após acidente mortal

Salvador Malheiro exige requalificação da linha após acidente mortal

Após o acidental mortal que vitimou duas mulheres na passagem da linha ferroviária, em Ovar, o presidente da Câmara Municipal, Salvador Malheiro, exigiu a concretização da requalificação desta linha e a consequente melhoria nas plataformas de travessia.

As vítimas, duas mulheres brasileiras, foram colhidas pelo Alfa Pendular, na passagem da Linha do Norte, a sul da Estação da cidade, e a cerca de 300 metros do apartamento que habitavam.

A travessia terá sido, alegadamente, efetuada quando os sinais sonoros e de iluminação indicavam a chegada iminente de uma composição ferroviária. Passou um primeiro comboio no sentido Norte/Sul e, de seguida, o Alfa Pendular que as colheu mortalmente.

Os bombeiros de Ovar e uma equipa da VMER deslocaram-se ao local, mas o óbito foi declarado no local.

Após o acidente, o presidente da Câmara de Ovar, Salvador Malheiro, lamentou o sucedido e deixou críticas pela demora na concretização da requalificação da Linha do Norte.

"Quantas mortes serão mais necessárias para que a obra se concretize", questionou o autarca, referindo que a requalificação iria resultar numa intervenção "de grande dimensão na Estação de Ovar e nas plataformas de acesso".

PUB

"Quando a obra for uma realidade os acidentes serão muito mais escassos", afirmou, ao JN.

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG