Proximidade

Autarca de Celorico de Basto indignado com fecho de agência bancária

Autarca de Celorico de Basto indignado com fecho de agência bancária

José Peixoto Lima, o novo presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, está indignado com o encerramento da agência do Millennium BCP da Vila de Gandarela de Basto.

A única dependência bancária da vila que ainda subsiste vai fechar as portas e nem os esforços da autarquia o impediram. "Manifesto o meu total desagrado e surpresa para com esta decisão, cujos critérios saem da esfera do entendimento público, assentando, aparentemente, em pressupostos administrativos e reorganizadores, sem considerar a importância estratégica deste serviço de proximidade para os munícipes em particular e para os empresários, prejudicando o seu dia-a-dia".

O edil celoricense tinha reunido, na semana passada, com dois responsáveis do BCP e, segundo comunicou, apresentou propostas no sentido de evitar o desfecho anunciado, "propostas estas que se mantêm e reiteram. Os serviços bancários são essenciais e a proximidade física é condição fundamental para o seu fácil acesso e manutenção da relação de confiança cliente/instituição. Não esperávamos o anúncio do encerramento da sucursal e por isso, continuamos a encetar diligências no sentido de reverter a decisão, apresentando propostas e razões para sua continuidade".

13 quilómetros de distância

A vila de Gandarela de Basto tem uma situação geográfica estratégica, ficando a 13 quilómetros da sede do concelho, percurso que de carro leva cerca de 25 minutos, e onde se situa uma outra agência do Millennium BCP que se manterá aberta.

Apesar desta decisão, José Peixoto Lima acredita numa reversão e até numa melhoria da oferta, já que além da manutenção da dependência de Gandarela, vê como pertinente a criação de uma sucursal no lugar da Mota, um núcleo urbano considerável de Celorico de Basto, num outro ponto, sensivelmente à mesma distância da sede do concelho.

"A proximidade destes serviços é fundamental e por isso, manteremos o nosso foco para reverter a situação anunciada e encetaremos todas as diligências possíveis para que a comunidade seja bem servida no acesso aos serviços bancários", defende.

PUB

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG