Trânsito

Sistema de gestão de semáforos no Porto já começou a ser substituído

Sistema de gestão de semáforos no Porto já começou a ser substituído

A vereadora da Câmara do Porto com os pelouros dos Transportes, Ação Social e Proteção Civil, Cristina Pimentel, revelou esta sexta-feira que o sistema de gestão de semáforos no Porto já está a ser substituído.

Encravado por uma questão judicial desde 2016, o sistema de gestão de semáforos do Porto ficou resolvido em "meados de 2021", revelou a vereadora Cristina Pimentel, esta sexta-feira. Todas as 297 intersecções existentes na cidade, num total de mais de dois mil semáforos individuais, vão ser controladas através de um sistema remoto.

Espera-se que a operação fique concluída no início de 2024, sendo desativado nessa altura o sistema de gestão atual. Ao mesmo tempo, decorre um alargamento do sistema de câmaras para controlo de tráfego, apontou Manuel Paulo Teixeira, diretor municipal de Mobilidade e Transportes da Câmara do Porto.

"A questão judicial foi resolvida em meados de 2021. O contrato foi finalmente celebrado e neste momento já estamos a fazer a substituição de todos os controladores", clarificou a vereadora.

"Não há qualquer alteração do ponto de vista físico, que as pessoas possam ver que o semáforo foi substituído. Não é isso que está em causa. É o sistema todo de inteligência que está por trás do funcionamento dos semáforos da cidade, que será totalmente substituído", esclareceu, dando nota que, neste momento, o sistema já arrancou em algumas zonas centrais da cidade, permitindo gerir maior fluxos de trânsito e, em alguns casos, "antecipando-os", acrescentou Cristina Pimentel.

"A grande mais valia é que vamos estender a toda a cidade a inteligência que só tínhamos em algumas zonas", concluiu a vereadora.

PUB

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG