Espanha

Portuguesa deixa cão fechado dentro do carro em Badajoz

Portuguesa deixa cão fechado dentro do carro em Badajoz

A polícia de Badajoz resgatou um cão que estava fechado dentro de um carro, no parque de estacionamento de um centro comercial. O dálmata apresentava sinais de asfixia.

O alerta foi dado por uma pessoa que ligou para a polícia, alertando que se encontrava um cão maltratado dentro de um veículo com as portas e os vidros fechados.

Quando a polícia chegou ao parque de estacionamento, partiu o vidro do carro para retirar o animal, que apresentava sinais de asfixia. O cão foi observado no local por um veterinário, que transportou o dálmata "Daniel" para uma clínica, de forma a baixar a sua temperatura corporal.

Após uma hora de cuidados, "Daniel" já se encontrava estabilizado. "O cão está tranquilo, mas está com medo", afirmou o veterinário.

Segundo as autoridades locais, a proprietária do carro é de nacionalidade portuguesa. A mulher, de 56 anos, disse aos agentes que "foi fazer umas compras e que perdeu a noção do tempo".

PUB

A dona do cão pode ser acusada de um "delito leve" de abuso de animais, punível com uma multa de um a seis meses. Por outro lado, se os agentes denunciarem o caso à agência de proteção dos animais, e se for considerada uma infração grave, a portuguesa pode pagar uma multa entre os 1501 a 15025 euros.

A polícia local informou, através do Twitter, que o cão está a receber os cuidados necessários para recuperar da asfixia.

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG