Porto

Bebé internado com covid-19 em ECMO no São João está estável

Bebé internado com covid-19 em ECMO no São João está estável

Uma criança com 13 meses, doente com covid-19, foi, este sábado, colocada em ECMO no hospital de São João (CHUSJ). Está estável e vão ser efetuados mais exames para detetar as causas do agravamento da infeção.

Segundo a unidade hospitalar do Porto, a criança, "que estava internada no Centro Materno Infantil do Norte por covid-19, foi transferida esta noite para o CHUSJ por alterações cardíacas. Dada a gravidade do quadro, a equipa clínica teve necessidade de assegurar ventilação mecânica e suporte circulatório com ECMO."

De acordo com a diretora do serviço de pediatria do hospital, que falou aos jornalistas neste sábado à tarde, a criança, que está estável, terá sofrido uma miocardite associada à covid-19, mas não está descartado que esse quadro tenha sido provocado por outros vírus. O bebé seria saudável, mas ainda vão ser feitos exames para excluir a hipótese de a infeção ter sido agravada por comorbilidades não detetadas. A previsão é que a ECMO seja retirada ao longo dos próximos dias.

A ECMO é uma máquina que faz a oxigenação do sangue fora do corpo, substituindo a função pulmonar e/ou cardíaca. Em cuidados intensivos, o sangue é extraído por uma artéria e, ao passar pela máquina, é-lhe removido o dióxido de carbono e adicionado oxigénio. Depois, volta ao corpo por outra veia. Nos doentes covid-19, que desenvolvem pneumonias graves, o objetivo é manter o doente vivo até que haja recuperação da função pulmonar e o doente consiga respirar sozinho.

PUB

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG