Covid-19

Recuperados e vacinados com dose de reforço sem isolamento

Recuperados e vacinados com dose de reforço sem isolamento

A Direção-Geral da Saúde anunciou, esta quinta-feira, a redução do isolamento de casos positivos de covid-19 assintomáticos e contactos de alto risco para sete dias, em vez dos atuais dez dias. Recuperados e vacinados com dose de reforço não precisam de se isolar após contacto de risco

"Esta decisão está alinhada com orientações de outros países e resulta de uma reflexão técnica e ponderada, face ao período de incubação da variante agora predominante, a ómicron", lê-se num comunicado divulgado esta quinta-feira.

Graça Freitas, em declarações à RTP3, revelou ainda que os recuperados da covid-19 e vacinados com a dose de reforço não precisam de fazer isolamento em caso de contacto com um infetado. Os contactos de risco que estão sujeitos a isolamento necessitam de um teste negativo ao sétimo dia para poder regressar à rotina.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) adianta que informou o Ministério da Saúde sobre a redução do período de isolamento profilático e que "a operacionalização desta decisão técnica, pela necessidade de atualização de normas e de reparametrização do sistema de informação, estará concluída o mais brevemente possível, no decurso da próxima semana".

Estudos indicam que a nova variante ómicron tem um tempo de incubação mais curto (cerca de três dias) e que a duração da doença é também mais curta.

Com o aumento de casos a atingir números recorde, estima-se que Portugal poderá ter meio milhão de pessoas isoladas na próxima semana.

Até agora, "o fim do isolamento profilático corresponde ao 14.º dia após a data da última exposição de alto risco ao caso confirmado" mas, para contactos de alto risco assintomáticos, o isolamento termina se tiverem resultado negativo num teste realizado ao 10.º dia.

PUB

A Madeira reduziu, na quarta-feira, para cinco dias o isolamento de infetados assintomáticos com covid-19 e de quem contactou com casos positivos, acabando mesmo com a quarentena de contactos vacinados com a terceira dose.

Também os Estados Unidos reduziram o isolamento para cinco dias. Inglaterra e Espanha encurtaram os períodos para sete dias.

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG