Exclusivo

Diogo desapareceu no mar Báltico há quatro anos

Diogo desapareceu no mar Báltico há quatro anos

Aluno de Erasmus caiu na água durante cruzeiro e nunca foi encontrado. Acidente ainda está por esclarecer.

Faz este sábado quatro anos que não se sabe o que realmente aconteceu a Diogo Penalva, desaparecido desde a madrugada de 13 de novembro de 2017. O jovem, de 21 anos, terá caído do décimo segundo convés de um cruzeiro com dois mil estudantes ao mar Báltico, durante uma travessia entre Helsínquia, na Finlândia, e Estocolmo, na Suécia. Em que circunstâncias caiu, os motivos da queda e o que foi feito para salvar o estudante, que estava a fazer Erasmus em Talin, na Estónia, são algumas das perguntas que persistem até hoje sem resposta.

O jovem foi oficialmente dado como desaparecido depois de três horas de buscas. A Tallink, proprietária do navio cruzeiro Silja Serenade, onde seguia Diogo, garantiu, na altura, que este "saltou" deliberadamente, havendo imagens de videovigilância que o comprovam e que foram entregues à Polícia. Testemunhas relataram também que o estudante caiu de uma altura de 30 metros depois de abandonar uma das discotecas do cruzeiro. Sem novos dados, dias depois a Polícia finlandesa arquivava o caso sem se saber porque é que o estudante terá saltado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG