O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Há património do Estado votado ao abandono há décadas

Há património do Estado votado ao abandono há décadas

Parados no tempo, nas zonas mais nobres do Porto e Lisboa, milhares de edifícios património do Estado encontram-se sem qualquer uso. Falta de interesse nos imóveis ou dinheiro para os reabilitar contribuíram para o aumento das casas devolutas. No interior, secretárias, cadeiras, materiais médicos e outros equipamentos permanecem como se tivessem sido usados ontem. Muitas vezes estão condenados à pilhagem.

Habituamo-nos a vê-los a coabitarem com construção nova e à quase normalização do seu estado de degradação. Fazem parte da paisagem das cidades e nem Governo nem autarquias sabem ao certo quantos detêm. Em alguns funcionaram hospitais, departamentos da Segurança Social, infantários ou outros serviços públicos, e ainda há vestígios dessa utilização.

O antigo Hospital Maria Pia, no Porto, é um dos vários exemplos. Depois de mais de um século em funcionamento, fechou em 2012. Para o edifício, propriedade da Associação do Hospital de Crianças Maria Pia, está agora prevista a construção de um hotel de quatro estrelas. Tem sido aliás esse o destino de vários imóveis recuperados. Uma utilização da qual o arquiteto Tiago Mota Saraiva discorda. Defende que os prédios desocupados deveriam estar a ser utilizados para "fins habitacionais ou sociais".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG