Lá Fora

Paris prepara "revolução verde" de 24 milhões de euros nos Campos Elísios

Paris prepara "revolução verde" de 24 milhões de euros nos Campos Elísios

Mais verde, com novos passeios, e mais amiga dos peões. Assim será a emblemática avenida dos Campos Elísios, em Paris. A "revolução" que está a ser planeada dividir-se-á em duas fases: a primeira até 2024 (ano dos Jogos Olímpicos), assente na remodelação de equipamentos e pedonalização e a segunda, a partir daí, que aponta a uma vasta arborização.

O projeto, que a Câmara Municipal de Paris designa por "Reencantar os Campos-Elísios", tem como objetivo, segundo a presidente Anne Hidalgo, "trazer de volta os parisienses" aquela artéria da capital francesa, que muitos consideram como a "mais bela avenida do Mundo".

Segundo o site da Câmara Municipal de Paris, as primeiras intervenções no terreno deverão começar ainda neste mês de maio, com a instalação de novo mobiliário urbano.

Depois do verão, os trabalhos centrar-se-ão no novo anel central do Arco do Triunfo, por onde passam anualmente mais de 1,5 milhões de visitantes, e que terá mais espaço para peões e menos para carros.

Philippe Chiambaretta, arquiteto contratado para reconstruir a famosa avenida, destacou durante a apresentação pública do projeto, na última semana, que "os passeios estão sempre lotadas, enquanto a rua tem 70 metros de largura". Daí conclui que há necessidade de redesenhar o esquema de circulação para dar "mais espaço aos peões".

A própria autarquia reconhece que para receber os parisienses e os muitos visitantes em boas condições, os espaços e passeios terão de ser renovados e reparados. "Trata-se, por exemplo, da pavimentação, das travessias pedonais, que, se necessário serão refeitos ou substituídos", explica-se no site oficial.

PUB

Esta primeira fase da intervenção permitirá trazer melhorias estéticas, conforto para os peões, percursos pedonais pelos renovados jardins e oferecer novos circuitos de descobertas culturais e de eventos.

Ao todo, este projeto tem um orçamento de 24 milhões de euros, sendo que o Comité Olímpico Internacional (COI) contribuirá com seis milhões para o desenvolvimento dos locais onde serão realizados os eventos olímpicos, ao nível da Place de la Concorde.

Numa segunda fase, está prevista uma vasta arborização da avenida. Um passeio verde se estenderá do Louvre até a colina de Chaillot. Árvores de diferentes alturas serão plantadas, bem como relvados e canteiros. Peões, bicicletas e trotinetes ganharão assim mais espaços para circular.

A Câmara Municipal de Paris sublinha que o projeto, que será concluído após os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2024, "é a continuação do trabalho de embelezamento realizado anteriormente e das reflexões lançadas pelo Comitê Champs-Élysées".

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG