Operação

GNR na estrada para fiscalizar álcool e drogas

GNR na estrada para fiscalizar álcool e drogas

A GNR iniciou, esta quarta-feira, uma operação de fiscalização intensiva à condução sob efeito do álcool e substâncias psicotrópicas, que irá terminar no dia 10, com o objetivo de promover comportamentos mais seguros.

A GNR refere, em comunicado, que a operação "RoadPol - Alcohol and Drugs" pretende também "diminuir a sinistralidade rodoviária grave, em todo o território nacional continental".

A Roadpol é uma organização que foi estabelecida pelas polícias de trânsito da Europa, com a finalidade de melhorar a segurança rodoviária e a aplicação da lei nas estradas.

No âmbito da operação, a GNR irá desenvolver uma intervenção de fiscalização intensiva dedicada ao comportamento dos condutores, atendendo a que a condução sob efeito do álcool e substâncias psicotrópicas é "um fator de risco que tem sido objeto de uma atenção crescente nas políticas de segurança rodoviária ao nível europeu".

"O objetivo é potenciar a prevenção e sensibilização para o tema e promover comportamentos mais seguros por parte dos condutores", refere a nota da força militar.

Na operação do ano passado, a GNR deteve 9226 condutores por apresentarem uma taxa de álcool superior a 1,2 g/l e 103 por condução sob o efeito de substâncias psicotrópicas. No mesmo período, 20.589 condutores fiscalizados pela GNR apresentavam uma taxa de álcool superior ao permitido por lei.

A GNR tornou-se membro da RoadPol no final de 2021 passando a integrar no seu planeamento operacional, as operações planeadas pela referida organização.

PUB

Na estratégia de 2020-2022, a organização estabeleceu quatro áreas de atuação no âmbito da segurança rodoviária: as estradas, os veículos, os utilizadores e a velocidade.

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG