Sinistralidade

Mais de 200 motociclistas morreram nas estradas nos últimos dois anos

Mais de 200 motociclistas morreram nas estradas nos últimos dois anos

A iniciativa "Bênção dos Capacetes" vai organizar, em conjunto com a Autoridade Nacional da Segurança Rodoviária (ANSR), a PSP e a GNR, o primeiro fórum sobre a sinistralidade e segurança rodoviária para motociclistas. Nos dois últimos anos, 242 pessoas perderam a vida enquanto conduziam um motociclo.

Em comunicado, a ANSR precisa ainda que 992 motociclistas ficaram gravemente feridos e 13 047 tiveram ferimentos leves.

O evento, que acontece este sábado no centro de exposições da Expotorres, em Torres Vedras, quer "contribuir para a redução da sinistralidade rodoviária relativa aos motociclistas". A iniciativa foi adiada em quase dois anos devido à pandemia da covid-19.

Com a presença de diversas autoridades e instituições, como a PSP, a GNR, o INEM e motoclubes, no fórum haverá lugar para "debater, trocar impressões e sensibilizar os condutores e toda a sociedade" sobre os acidentes rodoviários. Particularmente os motociclistas, cuja vulnerabilidade "em caso de acidente" pode acarretar "consequências muito graves" para os próprios.

No último relatório da sinistralidade a 24 horas da ANSR, referente aos primeiros noves meses de 2021, os ciclomotores e motociclos registaram um aumento de 7,4% na categoria de veículos intervenientes em acidentes, face a igual período de 2020.

Entre janeiro e novembro de 2021, 24,4% do total de vítimas circulava em ciclomotores ou motociclos. No mesmo período temporal, as vítimas mortais reduziram 5,9% nesta categoria de veículo, os feridos graves aumentaram 26,9% e os feridos leves cresceram 6,3%.

O evento em Torres Vedras decorre entre as 8.30 e as 19 horas de 26 de março, próximo sábado. Tem entrada gratuita, mas sujeita a inscrição que está limitada a 200 pessoas.

PUB

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG