Belém

PS quer eleições a 16 de janeiro para "criar condições de governabilidade plena"

PS quer eleições a 16 de janeiro para "criar condições de governabilidade plena"

Em sintonia com a maioria dos partidos, o PS também prefere eleições legislativas antecipadas para dia 16 de janeiro, de forma a "criar condições de governabilidade plena".

Tendo em conta o chumbo do Orçamento do Estado e a consequente dissolução do Parlamento, o PS quer eleições "o mais cedo possível", disse o secretário-geral adjunto do partido, apontando para o dia 16 de janeiro.

"Seria a data adequada para garantirmos tão breve quanto possível as condições de governabilidade adequadas às necessidades do país", apontou José Luís Carneiro, que liderou a delegação socialista recebida pelo presidente da República este sábado, sublinhando que a "governabilidade plena" é o "ponto crucial" para o PS.

Não quer "condicionar" o poder de Marcelo

Questionado sobre se a dissolução a meio de novembro permite despachar as iniciativas que aguardam conclusão no Parlamento, José Luís Carneiro afirmou não querer fazer nenhuma declaração que "condicione o poder" de Marcelo Rebelo de Sousa: "O momento de dissolução é do presidente e só o presidente pode determinar qual é esse momento e o que significa do ponto de vista das decisões que o Parlamento terá de tomar".

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG