Exclusivo

Regiões só vão gerir 42% dos fundos do Portugal 2030

Regiões só vão gerir 42% dos fundos do Portugal 2030

Estado distribui a maior fatia dos 23 mil milhões da Europa até 2029. Norte lidera nos programas regionais.

As comissões de coordenação e desenvolvimento regional (CCDR) apenas vão gerir 42% dos fundos europeus do Portugal 2030. O novo programa de fundos comunitários, que vai ser executado até 2029, vale mais do que o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR, ou bazuca), mas a maioria dos 23 mil milhões de euros vai ser distribuída por Lisboa.

O rascunho do acordo de parceria, que foi apresentado ontem pelo ministro Nelson de Souza, mostra que os programas regionais do Continente valem 7,8 mil milhões de euros e os das Regiões Autónomas 1,9 mil milhões. Juntos, estes programas regionais representam 9,7 mil milhões , ou 42% do total dos fundos, o que significa que o Estado vai distribuir 57% através dos programas temáticos, uma vez que 1% é para o programa de assistência técnica. Esta distribuição é semelhante à do Portugal 2020, com a diferença de que há menos verba e esse corte foi feito nos programas temáticos que, ainda assim, continuam com mais dinheiro que os regionais. Nestes, é o Norte que lidera.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG