Boletim DGS

Subida de internamentos no quarto dia consecutivo com mais de 30 mortos

Subida de internamentos no quarto dia consecutivo com mais de 30 mortos

Em 24 horas, morreram 31 doentes com covid-19 e 21 917 pessoas tiveram infeção confirmada. Há mais 125 pessoas internadas nos hospitais.

O boletim da Direção-Geral da Saúde reporta, esta segunda-feira, mais 21 917 infetados, o que eleva para 1 906 891 o número total de casos confirmados desde março de 2020. Face ao balanço de ontem, são menos 10 354 infeções. Ainda assim, em relação aos dados da passada segunda-feira, dia 10 de janeiro, há mais 1705 novos casos.

Nas últimas 24 horas, 31 pessoas perderam a batalha contra o SARS-CoV-2, e este é o quarto dia consecutivo em que o número de vítimas mortais está acima das 30. No domingo e no sábado foram registados 33 óbitos, e na sexta-feira 34, valor que não era tão alto desde o dia 3 de março do ano passado. Ainda assim o valores continuam muito abaixo dos registados há um ano. No dia 17 de janeiro de 2021 morreram 152 pessoas com covid-19 no país.

Desde o início da pandemia, 1 556 399 cidadãos recuperaram da covid-19, 18 083 deles nas últimas 24 horas. O número de casos ativos subiu para 331 158 (mais 3803).

A maioria dos casos foi registada na zona do Norte, que hoje soma mais 8937 infeções. Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT), com 7938, o Centro com 2078, o Algarve com 796, o Alentejo com 532, a Madeira com 1232 e os Açores com 404.

Das 31 mortes, 17 foram reportadas em LVT, seis no Norte, três no Centro e no Algarve, uma no Alentejo e outra na Madeira, correspondendo a 13 octogenários, nove pessoas na casa dos 70 anos, cinco na faixa etária dos 60, 3 pessoas entre os 50-59 anos, um homem na faixa etária dos 40 e ainda uma mulher entre os 20-29 anos.

PUB

Mais 125 doentes internados

Nos hospitais portugueses estão, agora, 1938 infetados, mais 125 em relação ao boletim anterior. É o segundo valor mais alto de internamentos de um dia para o outro só este mês, superado pelos 139 internamentos atingidos na segunda-feira passada.

Em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) estão 174 pessoas, mais 6 face ao balanço de ontem.

Em dia de atualização da matriz de risco, a incidência nacional de novos casos por cem mil habitantes nos últimos 14 dias subiu para 3840 (era de 3813,6 na sexta-feira). A taxa de transmissibilidade (o chamado Rt), por sua vez, desceu para 1,13 (era de 1,19 na atualização anterior).

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG