Economia

Tabaco rende 3,5 milhões de euros por dia ao Estado

Tabaco rende 3,5 milhões de euros por dia ao Estado

A Tabaqueira, a principal empresa de tabaco a operar em Portugal, pagou mais de 3 milhões de euros em impostos por dia ao Estado. Cerca de 72% dos 1,2 mil milhões pagos em 2020 são referentes ao Imposto Especial sobre o Consumo (IEC).

Entre 2015 e 2020, a empresa pagou em média, por ano mais de 1,1 mil milhões de euros em contribuições e impostos ao Estado. A grande fatia "diz respeito ao Imposto Especial sobre o Consumo (IEC)", indica a Tabaqueira no relatório, divulgado esta quarta-feira e que avalia o impacto da atividade da empresa em solo nacional.

Em 2020, primeiro ano da pandemia, os restantes impostos e contribuições pagos ao Estado repartem-se entre 4% de IRC, 23% do IVA e 1% destinado à Segurança Social. "A Tabaqueira efetuou pagamentos a título de IVA [Imposto sobre o Valor Acrescentado], os quais ascenderam a mais de 277 milhões de euros, sendo que, no que respeita a IRC [Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas], o valor foi superior a 42 milhões. Por outro lado, a Tabaqueira fez contribuições para a Segurança Social de mais de 14,5 milhões de euros", consta no mesmo documento.

Maior volume em exportações

A única empresa fabricante de produtos de tabaco em Portugal Continental, a Tabaqueira, é subsidiária da Philip Morris International (PMI) e tem vindo a afirmar-se como "uma das mais exportadoras nacionais", revela do estudo. Em 2020, o valor total das exportações atingiu "mais de 685 milhões de euros, representando 85% do seu volume total de produção". Do total do volume de produção, apenas 15% se destinam ao consumo interno.

No estudo é, também, revelado que "o universo de pessoas abrangidas direta e indiretamente pela sua atividade ascende a 41,1 mil pessoas", sendo que a empresa é responsável pela criação de mil postos de trabalho em Portugal, aproximadamente.

Mais Notícias (desktop)

Outros Conteúdos GMG