Exclusivo

Um quarto dos médicos do SNS quer sair ou acumular com privado

Um quarto dos médicos do SNS quer sair ou acumular com privado

Mais de dois terços dos médicos (67%) que trabalham no Serviço Nacional de Saúde (SNS) estão pouco ou nada satisfeitos com o setor e a vontade de bater com a porta é muita: nos próximos doze meses, mais de um quarto (26%) dos clínicos tenciona deixar a unidade de saúde onde trabalha ou conjugar com a clínica privada.

O estudo "Fatores de decisão na carreira médica", realizado pela Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH), apresentado ontem, espelha o descontentamento dos médicos que trabalham no SNS por oposição aos que exercem no setor privado, mas também as expectativas dos futuros médicos. Que, confirma-se agora, vão muito para lá da atividade clínica.

As razões do descontentamento no SNS não deixam margem para dúvidas:75% apontaram a remuneração base como principal motivo de insatisfação;63% a carência de recursos humanos e/ou equipamentos;e 47% identificaram o excesso de doentes com impacto no tempo e na qualidade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG