Imagens

Últimas

miguel amorim

Rio e Rangel, um diz que não faz campanha, o outro anda em tournée

Em contagem decrescente para as diretas no PSD, o presidente e candidato a líder, Rui Rio, diz que vai focar-se na liderança do partido e não na campanha interna. O outro candidato, Paulo Rangel, termina a tournée na Madeira e vai fazendo o seu caminho, falando para dentro e fora do universo laranja. Duas candidaturas, duas estratégias para atingir o mesmo fim. Rio no palanque, Rangel à mesa, com os militantes. Ver-se-á quem andou melhor.

carla soares

Uma reforma para adiar e sem acordo à vista

Munido de diapositivos, Rui Rio apresentou esta sexta-feira uma proposta concreta de reforma do sistema eleitoral, ao detalhe, mas o projeto de lei do PSD só entrará na Assembleia em outubro, após as férias e as eleições autárquicas. Mesmo dentro do partido, há quem questione o "timing" quando o Governo já disse que não aceita nem esta proposta, nem a de revisão constitucional. Resta "a pressão da opinião pública", admitiu Rio, insistindo mesmo assim nesta bandeira.

miguel amorim

Vira o disco e toca o mesmo

Antes, quando um assunto era repetitivo dizia-se: "Vira o disco e toca o mesmo". Nesta altura, sem incêndios de maior e ainda sem os jogos do futebol nacional, embora o Benfica vá para eleições, quem está ao rubro é a Justiça. É o Vieira, voltam o Vara e o antigo BES, e até dois juízes foram suspensos. Entre os nossos leitores, uns dirão "é a vida", outros ficarão pasmados. Pressente-se que durante esta semana o folhetim veio para ficar e fazer parangonas. A Justiça virou novela diária.