SNS

OE2022

Saúde: Direita critica "indiferença" do PS, Esquerda denuncia "cheiro a negócio"

A Saúde foi o tema mais recorrente na abertura do terceiro dia da discussão e votação do Orçamento do Estado (OE) na especialidade. À Direita, PSD e IL criticaram a "indiferença absoluta" demonstrada pelo PS relativamente às suas propostas para a área; à Esquerda, BE e PCP denunciaram que as medidas avançadas pela Direita são "todas sobre contratualização com privados", concluindo que "cheira a negócio" aos partidos desse lado do espectro político.

Saúde

Mais de mil camas de hospitais ocupadas por doentes com alta

O 6.º Barómetro de Internamentos Sociais concluiu que havia, em março deste ano, 1048 camas ocupadas no Serviço Nacional de Saúde (SNS) por internamentos inapropriados. O número exclui as unidades psiquiátricas e mostra um aumento de 23% nos casos de utentes com alta hospitalar, que por falta de resposta de outros serviços ou de retaguarda familiar, continuam internados nos hospitais públicos, sem que tal se justifique.

Imagens

Últimas